Fragmentação





Cárceres abertos
de Vozes enaltecidas
Por seus mais íntimos recatos
São Cegos meus sentidos
De grades Adormecidas....

.....Inconsciência.....

....Ah!... Clareza de espaços abertos
Evidência de ares cada vez mais puros
Sentidos de Dormentes esquecidos
Na certeza de meu íntimo mais obscuro....

....Não Respirar...

...Você consegue sonhar?

Comentários

gibiondi disse…
No catre pétreo da semi-consciência, onde advém a certeza que o etéreo habita o que é ser... Onde o espelho não é capaz de refletir o que é real, mas apenas o palpável...
Na eternidade do vislumbre insano que permite o fechar de olhos...
Há de reunir-se a essência e o elemento e fenecer à mingua, a matéria que os aprisiona.

Postagens mais visitadas